SANTA BÁRBARA E REI DO PRATA

Região: Cavalcante [GO] | Relato: Flávio Martins - 28/04/07

De ultima hora uma Trip é programada, partimos na manha de sábado rumo a Cavalcante. O sol castigava e o calor já fazia a galera imaginar uma bela cachoeira para se refrescar. No caminho para Cavalcante paramos no Poço Encantado, pelo fato de estar perto da estrada e ter acesso fácil à cachoeira é um ótimo lugar para aqueles que não querem perder um dia de viagem. Depois de um bom banho no Poço Encantado seguimos para Cavalcante onde a primeira parada foi na Wev’s House, casa do nosso amigo Weverson que é um ótimo guia. Aproveitamos o numero de pessoas e fizemos um mutirão para limparmos a casa recém construída, pois ali seria nosso abrigo por quatro dias. À noite ficamos curtindo um bom som, tomando uma cerveja e degustando um rango preparado pelo nosso anfitrião.

CACHOEIRA DO PRATA
Percorrer 63Km de estradas de terra, andar uma hora e quarenta minutos por trilhas sob um forte sol, carrapatos e muito mato, passar por poços de água mineral, poder nadar em corredeiras com poços de águas cristalinas; tudo isso para chegar no final e conhecer uma das cachoeiras mais belas já visitadas. Assim é o caminho para chegar ao Prata, lugar de rara beleza, bem preservado e geralmente com pouquíssimos visitantes graças ao acesso dificultado pela distância. Na nossa visita, por exemplo, só tinha o nosso grupo. Damos a dica de levar equipamento para mergulho em apnéia, a transparência da água, e o tamanho do poço faz do local ser um ótimo ponto de mergulho. Além do Prata, o visitante pode também conhecer outras quedas e um mirante de tirar o fôlego. A estrada que leva ao Prata é a mesma que leva ao Engenho, so que ao invés de entrar para os Calungas deve seguir em frente. Lembrando que a distancia é de 63Km e é recomendado ir com guia. Depois de ver tamanha beleza e retornar os quilômetros, a noite o cansaço era claro em todos aventureiros, mas não deixamos de curtir uma boa roda de conversa.

SANTA BÁRBARA
No outro dia decidimos fazer um caminho menor, a dica da galera sobre as águas azuis de Santa Bárbara fez com que o grupo partisse para conhecer o local. A trilha passa pelo povoado dos Kalungas e segue por um longo trecho de estradão com algumas pirambeiras para passar, local onde alguns carros pequenos não passam. Daí veio à oportunidade colocar a viatura DOCERRADO pra usar a tração, ao invés de caminhar quase uma hora deixamos o carro bem próximo da entrada da cachoeira e andamos apenas quinze minutos. Chegando ao local passamos antes em um poço e já ficamos deslumbrados com a cor da água. Nosso amigo Cristiano ainda afirmou que aquilo não era nada próximo a beleza da próxima cachoeira. Quando avistamos de longe o azul do grande poço e uma queda de água bem grande ficamos espantados com tamanha beleza. Mais uma vez a dica do equipamento de mergulho em apnéia.

SANTA BÁRBARA E REI DO PRATACavalcante


VÍDEO