RPPN SERRA DAS ARARAS

Região: Serranópolis [GO] | Relato: Flávio Martins - 02/03/19


1ª PARTE: EXPLORATÓRIA SUDOESTE GOIANO - RPPN DAS ARARAS

Como planejado almoçamos em Rio Verde e partimos para a nossa primeira base, a RPPN das Araras que fica situada a 40Km da cidade de Serranópolis.
Saímos do asfalto e pegamos uma estrada de terra que por ser muito utilizada por caminhões canavieiros e ainda com uma noite de muita chuva a estrada estava com vários poções de água o que fez diminuir bastante o ritmo. Por falar em chuvas o clima como previsto estava nublado, mas não pegamos chuva no nosso primeiro lugar de pernoite.

Chegamos na RPPN e Pousada das Araras e sem dispersar montamos logo o acampamento. Alguns já prontos foram se juntando e fomos todos visitar o Olho D’água que é um belo poço formado por uma nascente, com o solo de calcário e suas águas cristalinas compõem um visual perfeito para um mergulho. Ficamos ali até quase escurecer e partimos para matar a fome e saborear a deliciosa culinária da pousada. Todos juntos na área de convivência, a alegria era visível assim como as repetições de pratos. Também não tinha como não repetir, nota 10 o jantar e o carinho do pessoal da pousada. Após matar a fome, muitos cansados foram aos pocos indo dormir bem cedo.

PINTURAS RUPESTRES
Grupo de pé, acampamento desmontado, viaturas preparadas e alguns conseguiram ainda dar o último mergulho no Olho D’água. Depois de começar o dia preparando a partida fomos tomar um farto e delicioso café da manhã e encarar a próxima atividade.

Dentro do horário o grupo se juntou para algumas instruções e seguimos para visitar as pinturas rupestres que são datadas de mais de 11.000 anos. A trilha é bacana, curta, segura e depois que adentra os paredões de pedra a coisa fica mais interessante. Nosso guia Maicon nascido e criado ali ia comentando curiosidades e informações válidas sobre formações rochosas, vegetação, fauna e sobre as pinturas. A área das pinturas é um belo paredão que possui uma passarela de madeira para facilitar o acesso. Realmente vale a pena visitar este lugar intocado e protegido. Depois desta trilha bacana que valeram boas fotos o grupo retorna a sede da pousada e tão breve juntam-se e partem para a próxima atração (2ª parte da Expedição Sudoeste Goiano).

A RPPN
Os Sítios Arqueológicos que se encontram dentro da reserva guardam dentro dos abrigos ainda bem preservados, pinturas rupestres e gravuras que testemunham que passaram por aqui em torno de 550 gerações. Desde 1975 foram encontradas no subsolo, grande quantidade de materiais líticos e ossadas. Os Sítios são considerados "ricos", devido a sua grande extensão de "abrigo", o que possibilitou a utilização do local para moradia e pouso de habitantes, desde o período paleolítico, e alto grau de preservação arqueológica e ambiental.

São quatros Sítios Arqueológicos existentes na RPPN:
Sítio Arqueológico - GO-JA-03 – (Gruta das Araras)
Sítios Arqueológicos - GO-JA-04 e GO-JA-25 – (Paredão)
Sítio Arqueológico - GO-JA-26
Sítios Arqueológicos - GO-JA-27 e GO-JA-28 – (Somente Pesquisa)

A Reserva funciona como refúgio de fauna, uma vez que a região do entorno é bastante alterada em função da agropecuária. É por esse motivo que são avistados vários animais selvagens, destacando-se o lobo-guará, veados, tamanduás, tatus, seriemas, emas, jandaias, dentre outros, em especial, a arara vermelha.

Embarque nas próximas atividades, entre em contato e vamos nessa!!



VÍDEO