CIDADE DE PEDRA 2

Região: Serra de São Gonçalo [GO] | Relato: Flávio Martins - 29/01/18

Voltamos a Serra de São Gonçalo para fazer novamente uma das trilhas mais belas do estado do Goiás, a Cidade de Pedra.
Seguindo o plano partimos de Brasília em um sábado e logo já estávamos na cidade de Cocalzinho, de lá partimos rumo a Cidade de Pedra e antes de chegar já notamos uma faixa de nuvem que escondia parte da Serra e justamente em cima da Cidade de Pedra. Deixamos os carros, todos devidamente equipados iniciamos a caminhada e de cara todos curtiram aquela neblina que tampava algumas das formações de rocha que ficam logo na entrada, mas dava um clima muito bacana, afinal caminhar com uma neblina e uma fina garoa é algo que não fazemos muito aqui no cerrado por conta de realizarmos mais atividades na época da seca.

Logo chegamos ao Totem, aquela parada básica para fotos e já notamos os marimbondos que ficam ali cuidando daquele patrimônio. Notando que o mato estava muito alto a preocupação subiu um nível, afinal a Cidade de Pedra já é um labirinto e com o mato alto achar o caminho ficaria um pouquinho mais complicado. Alguns trechos não existe a trilha e a navegação deve ser feita por observação e de backup o bom e velho gps.
Seguimos descendo o vale da face norte passando pela cascatinha que estava seca e realizamos outra parada na Janela. Aquela pausa breve para um lanche, curtir o visual e seguir adiante. A hora da subida, aquela com pedras e uma escalaminhada com o mato alto, a humidade que fazia suar e aquele esforço fez o grupo fazer de forma rápida um dos trechos mais puxados desta trilha.
A subida da face noroeste é intercalada com trechos planos que são uns pequenos vales entre as formações, um erro de trilha pode acabar te levando para outro vale que são bem parecidos, daí vem uma das razões de realizar esta trilha com alguém que conheça a trilha e de preferência com guia/condutor. Chegamos então a face sul da cidade e daí em diante a trilha fica plana rumo a face leste que passa por algumas formações não tão conhecidas. Depois de terminar o platô a trilha inicia a descida rumo ao estradão, depois disso o grupo chegou ao final sem nenhum problema, e todos com aquela feição de cansaço, mas um sorriso que demonstrava que a trilha foi mesmo boa.

Partimos então em direção a Serra dos Pireneus para subir a capelinha e curtir o visual que dá para ver a cidade de Cocalzinho, Corumbá e todos os morros e serras para o lado de Pirenópolis. Depois de um bom tempo seguimos para Pirenópolis onde o grupo se dirigiu a nossa hospedaria e depois de todos bem alojados um pé d’água caiu sobre Pirenópolis, nada que deixasse o grupo perder o ânimo e curtir uma noite com boa conversa e aquela amizade que o grupo DOCERRADO.com busca realizar entre os aventureiros. Agradecemos aos participantes por toparem a aventura: Carolzinha, Paula, Meiry, Cabral, Angelita, Fred, Pedro, Felipe, João e Geraldo.